Projeto Ecológico de Longa Duração

Sítio Parque Nacional do Catimbau

Curso de Campo da Caatinga 2019

O Curso de Campo Ecologia e Conservação da Caatinga (ECCA) continua se destacando dentre os cursos de campo no Brasil quanto a formação de recursos humanos nas áreas de Ecologia e Conservação. Em 2019, o XII ECCA ocorreu entre os dias 3 e 17 de junho, no Parque Nacional do Catimbau. O curso é promovido pelo Programa de Pós-graduação em Biologia Vegetal da Universidade Federal de Pernambuco (PPGBV-UFPE –  e, este ano, teve como tema “Perturbações antrópicas e resiliência da Caatinga”.

O curso já atuou na formação de mais de 70 alunos de diversas universidades e nacionalidades, cujos trabalhos constam em seis livros já publicados com os resultados dos projetos desenvolvidos nos cursos (sétimos e o oitavo livros estão em fase final de preparação). O curso também já contou com participação de diversos pesquisadores renomados, de universidades nacionais e internacionais.

Dinâmica e objetivos do XII ECCA

  O curso abrange diversas atividades acadêmicas, divididas em aulas expositivas sobre temas diversos em ecologia e conservação de biodiversidade, além do desenho, execução e exposição de projetos em grupo com potenciais aplicações para restauração florestal. Assim, os participantes tiveram a oportunidade de treinar habilidades relacionadas à prática científica (elaboração de hipóteses, definição de desenho amostral/experimental, coleta de dados e comunicação oral e escrita), discutindo conceitos e executando práticas emergentes da restauração ecológica aplicadas a florestas secas como a Caatinga. 

   Neste ano, tivemos 14 participantes de diversas partes do Brasil, realizando projetos dedicados a investigar diversos processos ecológicos que ocorrem no cenário de perturbação antrópica. Dentre os projetos, houve acompanhamento de atividades-piloto realizadas no ano anterior do curso no intuito de encontrar alternativas viáveis para a restauração da Caatinga. Ainda tivemos projetos que testaram teorias ecológicas clássicas, como a da biogeografia de ilhas e montagem de comunidades, além de experimentos induzidos sobre predação, competição, alelopatia, forrageamento e herbivoria, compreendendo diversos grupos biológicos.

    A XII edição do ECCA contou com a participação e orientação dos organizadores do curso, Profa. Dra. Inara Leal e Prof. Dr. Marcelo Tabarelli, além da participação do Dr. Victor Arroyo-Rodríguez, da Universidade Autónoma do México (UNAM), além da monitoria dos doutorandos do PPGBV-UFPE Haymée de Alencar, Renato Vanderlei e Silvia Caroline. O livro correspondente a esta edição do curso será lançado em breve, contendo mais de 20 projetos desenvolvidos durante o curso deste ano.

Curso de Campo da Caatinga 2018

O Curso de Campo Ecologia e Conservação da Caatinga (ECCA) vem se destacando a cada ano na formação de recursos humanos nas áreas de Ecologia e Conservação. Em 2018, o XI ECCA ocorreu de 6 a 20 de maio, no Parque Nacional do Catimbau. O curso é promovido pelo Programa de Pós-graduação em Biologia Vegetal da Universidade Federal de Pernambuco (PPGBV-UFPE – http://www.ppgbv.com.br/) e este ano será voltado ao “Ecologia da Restauração da Caatinga”.


Dinâmica e objetivos do XI ECCA

A dinâmica do curso compreendeu aulas expositivas sobre temas diversos em ecologia e conservação de biodiversidade, além do desenho, execução e exposição de projetos em grupo com potenciais aplicações para restauração florestal. Assim, os participantes tiveram a oportunidade de treinar habilidades relacionadas à prática científica (elaboração de hipóteses, definição de desenho amostral/experimental, coleta de dados e comunicação oral e escrita), discutindo conceitos e executando práticas emergentes da restauração ecológica aplicadas a florestas secas como a Caatinga. 

A Caatinga já contou com seis edições de um curso de campo organizado pelo Departamento de Botânica da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, auxiliando na formação de mais de 60 alunos de diversas universidades, cujos trabalhos constam em quatro livros já publicados com os resultados dos projetos desenvolvidos nos cursos (o quinto e sexto livros estão em fase final de preparação). 

Durante o curso, também foram realizadas algumas atividades piloto para o projeto de restauração da Caatinga que será realizado no Parque Nacional do Catimbau. O projeto, que é uma parceria dos professores Felipe Melo (UFPE) e da professora Gislene Ganade (UFRN), também conta com a colaboração dos professores Marcelo Tabarelli e Inara Leal, e visa a aplicação de recentes achados científicos do grupo de ecologia de Natal-RN sobre técnicas para aumentar a sobrevivência de plantas transplantadas para áreas de restauração na Caatinga. 

As atividades realizadas contaram também com a participação do professor Geraldo Wilson Fernandes (UFMG), professor convidado do curso, do colaborador Pieter Vranckx e dos alunos participantes do curso. Foi uma excelente oportunidade para os alunos terem a experiência de participar da aplicação das técnicas e discutir sobre essa abordagem. 

Para mais informações, visite o site do grupo de pesquisa da professora Gislene Ganade.

Curso de Campo da Caatinga 2017

Os cursos de campo em ecologia e conservação são uma ferramenta adotada há muitos anos por todo o mundo por serem reconhecidamente a melhor maneira de formar ecólogos, biólogos da conservação e gestores de recursos naturais 'in loco'. Alguns dos mais reconhecidos são oferecidos pela Organização para Estudos Tropicais – OTS, na Costa Rica e Peru (http://www.ots.ac.cr/ ). Esses cursos consistem no treinamento intensivo de alunos em conceitos e ferramentas de ecologia e conservação da biodiversidade. No Brasil, alguns desses cursos já estão consolidados e existem há quase 20 anos como como é o caso do curso Ecologia da Floresta Amazônica (https://sites.google.com/site/ecologiadaflorestamazonica/home) oferecido pelo Instituo Nacional de Pesquisas da Amazônia-INPA. Outros, como o curso de campo Ecologia do Pantanal, já é oferecido ininterruptamente há mais de 10 anos (http://www.dbi.ufms.br/ecopan/index.htm).

 

A Caatinga já contou com seis edições de um curso de campo organizado pelo Departamento de Botânica da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, auxiliando na formação de mais de 60 alunos de diversas universidades, cujos trabalhos constam em quatro livros já publicados com os resultados dos projetos desenvolvidos nos cursos (o quinto e sexto livros estão em fase final de preparação). 

 

Objetivos

 

Proporcionar ao aluno capacidade para identificar questões, formular hipóteses, desenvolver metodologias e executar projetos em ecologia no ecossistema de Caatinga. Fornecer arcabouço teórico e experiência prática na análise de distribuição espacial, demografia e dinâmica populacional, bem como interações entre espécies, estrutura e função de comunidades. Ainda, oferecer treinamento em ferramentas e conceitos de biologia da conservação tais como: status de conservação da diversidade biológica, funcionamento do ecossistema e principais ameaças ao ecossistema Caatinga.

 

Mais detalhes em: https://sites.google.com/site/cursocaatinga/home

Apresentações do I Workshop CNPq-DFG Brasil-Alemanha

Inara Leal - Anthropogenic disturbances, climate changes and the future of Caatinga biota.

 

Andreas Floren - Arboreal arthropods in human-disturbed and native ecosystems in Borneo. 

 

Burkhard Budel - Preliminary observations and research proposal on the role of biological soil crusts in the Caatinga.

 

Inara Leal - Long Term Ecological Research on the Caatinga: ongoing and planned projects in the Catimbau National Park.

 

Ingo Grass - Phylogenies, functional traits andcommunities under global change.

 

Jayne Belnap - Biological soil crusts National park design, management, and policies.

 

Kevin Bähner - Effects of forest fragmentation and climate change on plantherbivoreinteraction networks.

 

Leonor Álvarez Cansino - Drought vulnerability and Caatinga forest community changes driven by anthropogenic disturbance.Determining traits for drought resistance across precipitation and land use gradients.

 

Marcelo Tabarelli - The Caatinga Vegetation:ecology and conservation.

 

Mrs Höbener - Instruments and funding opportunities for bilateral and international research collaborations.

 

Natalie Kunz - Vegetation dynamics in the Succulent Karoo: The role of grazing pressure and Biological Soil Crusts.

 

Rainer Wirth - Biotic interactions under human pressure: Research issues, thoughts, and preliminary observations from Catimbau.

 

Sebastian Meyer - Arthropod mediated ecosystem functions along land-use gradients and their relation to biodiversity.

 

Timm Hoffman - Measuring long-term vegetation change in Southern Africa in response to land use.

 

Wolfram Beyschlag - Why do Plants coexist?

 

 

 

© 2016 by Teixeira.