Projeto Ecológico de Longa Duração

Sítio Parque Nacional do Catimbau

Uso do solo, regeneração natural e serviços ecossistêmicos providos pela Caatinga: Conectando Unidades de Conservação e sustentabilidade - CNPq/ICMBio/FAPs Nº 18/2017

Resumo: Este projeto caracterizará o potencial de prestação de serviços ecossistêmicos prestados pelas UCs da Caatinga e seus condicionantes associados à vegetação nativa e a forma como esta responde a variáveis socioeconômicas. Este conhecimento tem implicações óbvias para o manejo das UCs, mas também para a incorporação deste instrumento em políticas de adaptação e sustentabilidade, tanto para a Caatinga quanto para as demais florestas tropicais secas. O alcance destes objetivos baseia-se em sua integração a outras iniciativas em andamento no Parque Nacional do Catimbau (i.e. PELD-CNPq; PRONEX- FACEPE-CNPq; PROBRAL-CAPES- DAAD), uma das mais importantes unidades de conservação da Caatinga e, atualmente, um Sítio PELD-CNPq. A proposta será executada por uma rede composta por 15 pesquisadores e mais de 30 estudantes de graduação/pós- graduação, os quais estão vinculados a cinco instituições nacionais e seis estrangeiras, tendo como núcleo de operação o Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal da Universidade Federal de Pernambuco. Entre os produtos esperados para os 36 meses de execução, podemos citar: (1) a publicação de pelo menos 15 artigos científicos, além daqueles de divulgação; (2) a formação de 30 mestres e doutores em ecologia e biologia da conservação, além do treinamento de estudantes, gestores de UCs e moradores de comunidades locais; (3) consolidação do PARNA Catimbau como Sitio PELD, ampliando oportunidades para geração de conhecimento científico, formação de recursos humanos e transferência de informação para a sociedade que vão além daquelas já contidas nesta proposta; e (4) transferência contínua de informação para sociedade, através de um conjunto amplo de instrumentos, os quais atingirão desde comunidades locais até tomadores de decisão em escala federal.

Objetivos: De forma geral, o principal objetivo científico desta proposta é entender as relações entre uso do solo, dinâmica de regeneração e serviços ecossistêmicos prestados pela vegetação da Caatinga de forma a (1) caracterizar o potencial de prestação de serviços pelas UCs da Caatinga em diferentes escalas espaciais, (2) definir diretrizes de manejo das UCs e de seus entornos que maximizem a prestação de serviços ambientais, (3) incorporar as UCs dentro de uma estratégia de adaptação às mudanças climáticas e transição para a sustentabilidade.

Projeto Caatinga Sustentável - MCTIC/CNPq - Nº 19/2017

Resumo: Nesta proposta, apresentamos a restauração ecológica da Caatinga como eixo transversal e unificador de atuação para na promoção da abordagem Nexus (segurança hídrica, energética e alimentar) e alcance de objetivos do desenvolvimento sustentável (ODS) na região do bioma Caatinga. Dividida em dois módulos, esta proposta apresenta duas frentes de ação para promover a sustentabilidade da Caatinga. Primeiro, associando a melhor ciência disponível, políticas públicas, análises socioeconômicas e treinamento, essa proposta prevê o mapeamento das oportunidades e desafios da restauração ecológica da Caatinga com foco na promoção das seguranças hídrica, alimentar e energética (Módulo ROAM). Ainda, utilizando o conhecimento tradicional da população do semiárido aliado às técnicas de restauração mais modernas para a Caatinga, essa proposta prevê a geração de protocolos de restauração in situ da Caatinga que promovam a resiliência e sustentabilidade de paisagens socioecológica produtivas, promovendo novamente, a abordagem Nexus (Módulo Experimental) num escala de manejo local de paisagens produtivas da Caatinga. Essa proposta demonstra que é possível aliar de maneira natural e harmônica a pesquisa científica em Restauração Ecológica, uma das áreas mais importantes para o desenvolvimento de alternativas tecnológica para a sustentabilidade, com a geração de políticas públicas alinhadas com objetivos e metas geopolíticos ancoradas numa abordagem multidisciplinar (Nexus). Os produtos derivados, bem como o potencial inovador dessa proposta são abrangentes e atendem tanto ao planejamento no setor público, como implementação de experiências pela sociedade civil organizada e o fortalecimento de uma importante linha de pesquisa, a restauração ecológica, para as ICTs do bioma Caatinga.

Objetivo: Nessa proposta o objetivo geral é gerar um panorama regional de oportunidades de restauração florestal para a Caatinga e modelos locais de recuperação de áreas degradadas visando a garantia das seguranças alimentar, hídrica e energética (framework Nexus), que favoreça a resiliência desse ecossistema e permita a adaptação das paisagens socioecológicas produtivas da Caatinga às mudanças climáticas, populacionais e socieconômicas projetadas para essa região.

PELD Catimbau/CNPq (número do processo: 403770/2012-2)

PRONEX/FACEPE/CNPq (número do processo APQ-0138-2.05/14)
 

De forma sucinta, a presente proposta objetiva examinar como perturbações antrópicas e mudanças no regime de precipitação afetam a biota da Caatinga em diferentes níveis de organização biológica (i.e., de populações ao nível de ecossistema), tendo como referência teórica algumas macrotendências já documentadas nos trópicos.

 

 

Para alcançar este objetivo geral, são propostos sete objetivos específicos, os quais constituem os módulos de execução do projeto:

 

    1) Padrões de diversidade das comunidades

    2) Processos estruturadores das comunidades

    3) Interações planta-animal

    4) Ciclagem de nutrientes

    5) Regeneração natural e restauração florestal

    6) Sistema de informação geográfica

    7) Capacitação e transferência de informação.

 

 

O projeto está sendo desenvolvido no Parque Nacional do Catimbau, um polígono de ca. 62.300 ha, e uma das mais importantes unidades de conservação da caatinga. O PARNA Catimbau apresenta vocação para estudos ecológicos de longa duração e, assim, para tornar-se um Sítio PELD, pois: (1) reúne um patrimônio biológico, arqueológico e paisagístico de valor inestimável, (2) abriga áreas com diferentes históricos de uso do solo e de pressão antrópica sobre a vegetação de caatinga, (3) existem iniciativas de pesquisa e formação de recursos humanos já em curso, e (4) a gestão da unidade, logística e infra-estrutura são favoráveis às iniciativas de longa duração.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

            

            BAIXE AQUI O PROJETO EM PDF

Saiba mais sobre o PELD em PELD CNPq.

Rede ILTER

O PELD Catimbau também faz parte da rede ILTER (International Long Term Ecological Research) de projetos ecológicos de longa duração e se junta a vários outros projetos desenvolvidos pelo mundo.

Para acessar a página do PELD Catimbau na plataforma DEIMS do ILTER, acesse aqui.

Local de Pesquisa

Criado em 22 de agosto de 2002, o Parque Nacional do Catimbau, está localizado no estado de Pernambuco, e tem o objetivo de preservação os ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico. Além disso, o parque é marcado por lindas belezas naturais, com várias espécies de plantas, árvores e flores espetaculares compondo um visual único em sua flora, tudo dentro de uma área de 62.300 hectares.

 

O parque abrange os municípios de Buíque (PE), Ibimirim (PE), Sertânia (PE) e Tupanatinga (PE). Existem grandes atrações no Parque Nacional do Catimbau, dentre elas destacam-se a abundância de inscrições rupestres e a grande beleza cênica dos paredões de arenito e das formações rochosas esculpidas pela ação erosiva do vento.

 

Acesse a homepage do Parque aqui

Acesse o Mapa Interativo do Parque aqui

 

Fonte: www.icmbio.gov.br

© 2016 by Teixeira.