Projeto Ecológico de Longa Duração

Sítio Parque Nacional do Catimbau

Caatinga vira destaque na página da WWF Brasil: duas novas áreas protegidas

April 24, 2018

O estado da Bahia acaba de receber duas novas áreas protegidas no ecossistema Caatinga: a Área de Proteção Ambiental (APA) do Boqueirão da Onça com 505 mil hectares e o Parque Nacional (PARNA) do Boqueirão da Onça com 349 mil hectares, totalizando 854 mil hectares para o Sistema Nacional de Unidades de Conservação. Ambas as áreas são contínuas e abrangem cinco cidades na região semiárida do estado da Bahia.

 

 

 

A região conhecida como Boqueirão da Onça é um dos últimos remanescentes contínuos de Caatinga. É uma região formada por serras e vales estreitos cobertos pela vegetação que só existe no Brasil. Um levantamento feito em 2006 pelo Centro de Recuperação de Áreas Degradadas (CRAD) da Universidade do Vale do São Francisco (Univasf) mostrou a importância do Boqueirão com suas espécies endêmicas, raras e algumas ameaçadas. Em números brutos, a região possui mais de 900 espécies de plantas, 380 exclusivas da região. Além das espécies de plantas, outras espécies também necessitam de proteção, como: o tatu-bola (símbolo da Copa do Mundo de 2014), as araras-azuis-de–lear, o gato mourisco, o gato-do-mato e as onças. Segundo Cláudia Campos, coordenadora do Programa Amigos da Onça, do Instituto Pró-Carnívoros, estima-se que 30 onças pintadas e 200 pardas circulem pelo Boqueirão.

 

Após mais de 15 anos de espera, negociações e concessões, o que seria um grande parque virou um mosaico, com áreas de proteção integral, o PARNA, e áreas de uso sustentável, a APA, que permite propriedade privada e exploração econômica dentro das suas delimitações; na área já existem empresas produzindo energia eólica devido à abundância de ventos durante todo o ano, por exemplo. O próximo passo, diz o secretário de Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente, José Pedro, é elaborar os planos de manejo das unidades e iniciar a gestão das novas áreas protegidas na Caatinga.

 

 

Links para os dois decretos:

 

Parque Nacional do Boqueirão da Onça

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/decreto/D9336.htm

 

Área de Proteção Ambiental do Boqueirão da Onça

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/decreto/D9337.htm

Please reload

Posts Em Destaque

Pesquisador do Peld Catimbau lança guias para a identificação de sementes do Parque Nacional do Catimbau

November 12, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo