Projeto Ecológico de Longa Duração

Sítio Parque Nacional do Catimbau

CNPq cita as pesquisas do Peld Catimbau no Dia Mundial de Combate à Seca e à Desertificação

June 18, 2020

No dia mundial do combate à seca e à desertificação, o CNPq através de suas páginas oficias nas redes sociais, citou a importância dos trabalhos desenvolvidos pelos pesquisadores do PELD Catimbau na caatinga no enfrentamento desse grave problema e nas suas consequências para todo o ecossistema. O texto  extraído da sua pagina do Facebook (www.facebook.com/cnpqoficial) pode ser conferido abaixo:

 

17 de junho é o Dia Mundial do Combate à Seca e à Desertificação. Você sabia que a nossa caatinga, uma das florestas secas com maior biodiversidade do mundo, sofreu por mais de 500 anos de exploração e uso intensivo, o que levou à desertificação, degradação ambiental e empobrecimento da região?

Pesquisas já evidenciaram que a biodiversidade da caatinga traz muitos benefícios para a população humana: ela sequestra carbono e ajuda na regulação climática. Ela oferece para o sertanejo nutrientes para agricultura, folhagem e madeira. Por isso, existem as pesquisas de longa duração que mostram o valor da caatinga, os processos que levam a essa degradação e quais são as melhores práticas para o uso dos recursos naturais, minimizando os efeitos da exploração.

Neste vídeo da Série “Sítios PELD", apresentamos o trabalho do PELD Catimbau - Parque Nacional do Catimbau com essas pesquisas cujos resultados contribuem para o combate à desertificação desse bioma.  https://www.youtube.com

O PELD é um programa criado pelo CNPq em 1997 e conta com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações CAPES Confap, 13 FAPs e do British Council Brasil - Fundo Newton. Atualmente, conta com 34 sítios em todos os biomas brasileiros.

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

CNPq cita as pesquisas do Peld Catimbau no Dia Mundial de Combate à Seca e à Desertificação

June 18, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo